amor de pai

9 Aug

pai

Em casa, o cozinheiro era meu pai. Era ele que trazia à mesa pratos inusitados. Foi ele que pela primeira vez me apresentou um sushi – e me fez gostar dele. Meu pai faz feijoada para batalhões e pequenos pratos com a mesma delicadeza. Meu pai cozinha por paixão, e enche de amor barrigas famintas e olhos curiosos. Que eu me lembre, ele não se aventura nunca na área dos doces, mas sabe aprecia-los com a mesma delícia com que bebe seu vinho do porto. Meu pai hoje está a mais de mil quilômetros de distância, fazendo a comida de comemoração do seu próprio dia do pai. Eu, filha orgulhosa, fico aqui, com a vontade e o desejo de reencontra-lo logo!

(Aqui, em foto tirada pela agora irmã do meio, Tainá Azeredo)

Advertisements

One Response to “amor de pai”

  1. T. August 9, 2009 at 10:37 pm #

    fofinha!

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: