porque eu gosto de são paulo

11 Jan

Eu sou paulistana, nascida aqui, de pais não nascidos aqui. Eu sou uma paulistana não paulistana, já que aos 2 meses me mudei daqui para Brasília e de Brasília para Pirenópolis onde fui criada até os 13 anos. Voltei para São Paulo no meio de maio, no meio do frio, no meio do ano letivo e, pior, no meio da minha mais pura e completa adolescência. E quando eu voltei, eu não gostei de São Paulo. Não me reconheci aqui, e não reconheci ninguém. Cada feriado era uma oportunidade de me enfiar num ônibus rumo a uma viagem de 1100 km e cada tarde livre era uma deixa para uma tarde inteira no cinema. Mas São Paulo me conquistou de mansinho de um jeito que não tinha mais volta. Às vezes, como todo paulistano de plantão, tenho vontade de sair correndo, deixar meu carro no meio do trânsito, e rumar para uma cidade mais tranquila. Mas sempre penso, repenso, e volto a gostar daqui. Gostei pela primeira vez de São Paulo quando comecei a reconhecer as pessoas na rua, a dar bom dia pro jornaleiro, a lembrar daquela pessoa que cruzava a rua mais ou menos na mesma hora que eu. Gostei daqui pela possibilidade de que a cidade nos dá de sermos anônimos e ao mesmo tempo fazermos parte de uma pequena cidade onde é possível distribuir bons dias e boas noites para guardadores de carro, vendedores, padeiros, e pessoas que, assim como você, circulam por ali e te conhecem desse vai e vem cotidiano. Gostei de São Paulo pelo sushi, pela feijoada, pela pizza (até então medíocre no cerrado goiano), pela mistura de sabores e sotaques (e pela curiosa sensação de que o meu se misturava naquela multidão, que nem percebia direito os meus erres puxadinhos na tradição goiana). Gostei de São Paulo pelos amigos que fiz e que me ajudaram a gostar mais daqui. Gostei de São Paulo por conta do Anhangabaú, da 25 de Março, das preciosidades do centro e das descobertas que faço em cada esquina por onde ando. Gostei de São Paulo porque aqui você pode ser tudo, ainda que pouca gente se dê conta disso, porque aqui seus sonhos podem se tornar realidade, ainda que eles compreendam uma casinha no campo, uma rede na varanda, uma tarde inteira para fazer doces, e um tempinho à toa no meio da tarde para tomar café batendo papo.

Advertisements

One Response to “porque eu gosto de são paulo”

  1. Luis Carlos December 22, 2010 at 4:00 pm #

    São Paulo é isso mesmo. Um lugar cheio de gente, mas que quase ninguém se fala, mas se você puxar assunto, vai perceber que as pessoas são legais. As vezes me pergunto sobre a questão do boa dia. Já pensou se todo mundo falasse bom dia para o cobrador de ônibus? Ele ficaria louco. Tem muita gente por aqui e todos estão com pressa… São Paulo é multiplicidade. Dá vontade de sair correndo, mas também não dá para deixar.

    Irei para Brasília no fim/começo do ano e quem sabe vou conhecer Pirenópolis. Ainda não estou certo. Ou a Chapada dos Veadeiros. Como vou ficar só 5 dias por lá, não posso ir para lugares muito longe sem ter um roteiro bem definido.

    Bem, é isso… 🙂

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: